Reunião nesta terça-feira define reativação do Parlamento Regional

Presidentes de Câmaras dos municípios membros estarão em Piracicaba para eleger mesa diretora e dar início aos trabalhos

Por Patrick Graciano 21/06/2021 - 21:55 hs
Foto: Foto: Davi Negri - MTB 20.499
Reunião nesta terça-feira define reativação do Parlamento Regional
Praup tem seu papel potencializado como interlocutor das demandas dos municípios

O anúncio, na última sexta-feira (18), da remessa do projeto de lei complementar à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, criando a Região Metropolitana de Piracicaba (RMP) é mais um impulso para a recomposição do Parlamento Regional. A avaliação é do presidente da Câmara Municipal de Piracicaba, Gilmar Rotta (Cidadania) que, desde o início do ano tem se articulado para a reativação.

O Praup, como ficou conhecido por reunir as câmaras da então Aglomeração Urbana de Piracicaba, tem seu papel potencializado como interlocutor das demandas dos municípios, que serão levadas ao Governo do Estado e à gestão da RMP. “É como se a região metropolitana fosse a grande prefeitura, representando o Executivo do Estado, e o parlamento regional, a grande câmara, representando a vontade popular”, explicou.

A reunião de reativação do Praup acontece nesta terça-feira (22), às 10h, no Salão Nobre Helly de Campos Melges (rua Alferes José Caetano, 834, Centro). Devido aos protocolos de segurança em relação à pandemia, a reunião de instalação será restrita aos presidentes das Câmaras membro. O evento, que começa às 10h, terá transmissão pela TV Câmara (nos canais 11.3 em sinal aberto digital, 4 da Claro/Net e 9 da Vivo Fibra), no site camarapiracicaba.sp.gov.br/tv, nos perfis das redes sociais (Facebook e YouTube) e na Rádio Câmara Web.

Rotta disse ainda que o Parlamento Regional é uma força a mais a todos os deputados estaduais e federais que atuam pela região, fortalecendo ainda mais as demandas dos municípios. “Serão ações conjuntas, multiplicando a forma de atuação de todos, visando objetivos comuns”, explicou.

Ele também apontou a importância para os municípios menores, que terão no conjunto da região suas demandas sendo defendidas de forma coletiva.

A reunião de reinstalação do Parlamento Regional, que tão logo seja aprovada a Região Metropolitana deverá se chamar Parlamento Regional da Região Metropolitana de Piracicaba, terá a eleição da Mesa Diretora, seguindo as definições do Regimento Interno elaborado quando a sua criação. A composição da Mesa é dividida pela representação dos polos que compõe o parlamento.

O polo 1 é composto por Piracicaba, Águas de São Pedro, Santa Maria da Serra, São Pedro, Rio das Pedras, Saltinho e Laranjal Paulista. No polo 2 fazem parte os municípios de Limeira, Cordeirópolis, Iracemápolis, Santa Gertrudes. O terceiro polo é composto pelas cidades de Rio Claro, Analândia, Charqueada, Corumbataí, Ipeúna. O quarto polo por Araras, Conchal, Leme e o quinto polo por Capivari, Elias Fausto, Mombuca, Rafard. Os presidentes dos polos se reúnem e indicam o representante que irá à mesa.

Segundo Gilmar Rotta, também será discutida a possibilidade de ampliação da representação por Câmara junto ao Parlamento. “Hoje, o Regimento fala que um terço do total de vereadores pode representar a Câmara de sua cidade. A ideia é ampliarmos esta representatividade e faremos esta proposta”, explicou.

Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583